Bem Casados em preview

2020 entra pra história com um ano atípico, por causa da pandemia do Covid-19 e todas as mudanças de rotina e planejamento que foram necessárias durante a quarentena. Uma das áreas mais afetadas foi o mercado de eventos sociais, e os casamentos estão na linha de frente dessas festas. Um mercado gigante e responsável por centenas de milhares de empregos, parado por seis meses, ou seja, metade de um ano de trabalho praticamente perdido. Nesse cenário, há que se valorizar a criatividade, a inovação e a persistência dos empresários e prestadores de serviços para suportar a falta dos eventos – e de faturamento.

 

 

Um dos eventos mais esperados de 2020, o tradicional Bem Casados (em sua 16a edição), também vem tentando propor atividades que movimentem o mercado, principalmente os fornecedores parceiros dessa edição. Enquanto aguardamos a liberação dos eventos, para a realização presencial do Bem Casados 2020, produzimos na semana passada um Editorial belíssimo, com dois vestidos – um de noiva e um de festa – que serve como uma pré-visualização do melhor que está por vir. Com uma Beauty impecável e todos os detalhes que uma produção desse nível demanda, as imagens a seguir traduzem algumas das tendências desse 2020/2021 para casamentos e festas.

 

 

 

Uma das características mais presentes nas reuniões que tenho feito com noivas e clientes de eventos sociais é o despojamento. Conforto e elegância estarão, a meu ver e pela percepção atual, mais na moda que nunca daqui em diante. A limitação que a pandemia causou teve como reflexo natural a volta às origens: família, essência, casa, valores, fé. Se observarmos os motivos que levam duas pessoas a juntarem os travesseiros, estarão lá todos esses alicerces, todos esses sentimentos. E isso basta. Ou deveria bastar. Portanto, cada vez mais os eventos trarão uma personalidade do casal em cada detalhe. Serão mais valorizados “pequenos grandes momentos em experiências intensas”; serão inseridos no grande dia mais elementos, objetos, preferências, escolhas que sejam “assinatura” do casal. E isso é, simplesmente, encantador.

 

 

Imaginem a possibilidade que os novos eventos trarão para um mercado repleto de fornecedores e desafios. Quanto maior a concorrência, maior a necessidade de inovação e qualidade. Isso é ótimo! Mas uma concorrência pesada demais em determinados aspectos (preço, oferta, desconto) é perigosa para os negócios envolvidos. E arriscada para os noivos no final das contas, pois além de pagarem a conta podem ter serviços ou produtos prestados ou entregues de maneira incompleta, quando muito nem realizados ou entregues. Ter um mercado diversificado em formatos de eventos geralmente indica uma renovação de negócios, com oportunidades de nichos para todos. Melhor para os noivos, melhor também para os fornecedores.

 

Se essa minha leitura estiver correta, um dos principais critérios dos noivos para a escolha dos fornecedores será a experiência de e com outras clientes. Essa busca por informações mais profundas torna o processo de decisão dos noivos mais elaborado e assertivo. Querem profissionais mais alinhados com seus valores, então aqueles nomes mais famosos nem sempre ganharão as concorrências pelo status, mas sim pela empatia e acolhida aos noivos, pelos comentários de amigas ou de outros profissionais referência no mercado, pelas experiências de relacionamento; ou ainda pelo tempo de carreira x vitalidade atual, que juntos possibilitam uma ótima análise da saúde financeira e perspectiva de continuidade do negócio: estar com 10, 15 anos de mercado é um ótimo sinal x continua atendendo com alegria, tem vibração no que faz e transmite uma confiança que vem da energia renovada (ter o tesão necessário pra realizar um evento para o outro deve ser o propulsor de qualquer pessoa que entra nesse mercado). Como consequência de toda essa reflexão, forçada nos últimos meses por circunstâncias negativas, pode ser extremamente positivo o futuro dos eventos sociais.

 

 

Na produção de um Editorial (em tantos que já fotografei sempre foi assim), há uma busca por excelência impressionante. Da escolha das peças que vão compor os looks das modelos, passando pela escolha das mesmas e das maquiagens e cabelos, pela sintonia dos acessórios, chegando à superação das expectativas pela sinergia da equipe envolvida. Isso me impulsiona. Nesse caso específico (Editorial Bem Casados 2020), ainda tivemos um ingrediente especial que foi o retorno às atividades, à movimentação das modelos, de maquiador, fotógrafo e produtor, de montagem da decoração… fora o acompanhamento de todos do início ao fim. Parecia mesmo que estávamos em um casamento de uma das nossas noivas, realizando seu sonho e entregando a ela o melhor de nós. O resultado está aí, para apreciação de todos. E acaba sendo um spoiler do que vem por aí, assim que o evento presencial for possível.

 

 

Espero que seja útil o material que elaboramos juntos e que percebam a energia que transpira das fotos. É o nosso desejo de voltar e retomar nosso mercado, os casamentos, as festas… a vida! E se você gostar do conteúdo vai meu pedido, em nome dos fornecedores desse Editorial: compartilhe! Curta, comente, cole um dos links abaixo nas suas redes sociais para ajudar o nosso mercado num momento tão difícil – mas também tão incrível – como esse. Meu abraço de afeto!

Sergio Luiz Castro, slc

 

 

Álbum de Fotos do Google Fotos com as imagens do Editorial Bem Casados 2020

 

Álbum de Fotos do Google Fotos com os bastidores, detalhes e making of da produção

 

 

FICHA TÉCNICA

Vestido Noiva: Vivaz

Modelo: Queren Ester (Agência Ford)

Vestido Festa: Elizabeth Marques

Modelo: Débora Villela (Agência Ford)

Beauty e Locação: Leo Batista Studio

Acessórios: Tiare

Brincos: Thais Vilela

Jóias: Ana Tomich

Decoração: Celebrar

Mesa de Bolo e Doces: Biscotto

Fotografia: Sergio Luiz Castro

Filmagem: Ápice Filmes

Produção: Teresa Gomide

Realização: Vem Casar Comigo Comunicação